Mensagens

A mostrar mensagens de Novembro, 2011

Capicua, alheiras e robalos

Imagem
Neste dia de "capicua" 11-11-2011, não ficaria bem comigo mesmo sem um novo post no meu blog. Assuntos não faltam, mas, e não apenas para que o titulo ficasse sugestivo ou apelativo à leitura, mas sim porque os assuntos são sérios e pertinentes, decidi juntar à capicua as alheiras e os robalos.....
 Tanto as alheiras (no que toca a enchidos) como os robalos (no que se refere a peixes), são sem duvida dos meus preferidos, pelo que não me importo de comer quer um quer o outro, mas......pois os mas.....à coisas que sinceramente não "como" ou se o faço e porque sou obrigado a engolir de forma forçada. 
Não sendo eu um adepto das greves como ficou vincado no meu anterior post, não quero dizer com isso que em situações várias, a nossa indignação ou opinião não deva ser manifestada, e até porque não demonstrada de forma pública. Por isso, neste post vou deixar duas ideias para hoje. A primeira relativa ao processo "Face Oculta" (que quanto a mim de oculto não t…

Aí estão as greves...

Imagem
Começo este post com uma frase, que descobri um destes dias, escrita por Juan Luís Lorda (Espanhol, Sacerdote e professor universitário) que diz .."A nossa liberdade não é absoluta. Quando viemos ao mundo, ele já existia, com as suas leis, as outras pessoas, etc. Temos uma liberdade condicionada por tudo o que existe além de nós".Isto para explicar o que sinto em relação às greves... Se pensar-mos um pouco e se analisarmos o que se tem passado em Portugal no pós 25 de Abril, concluímos que efectivamente quem faz as greves nem sempre é quem terá mais razão para as fazer, ou até mesmo quem moralmente e com sentido de responsabilidade o deveria fazer. Concretizando a minha ideia..... numa sociedade onde impera a liberdade, concordo plenamente que todos teremos o direito de nos manifestar-mos contra o que está mal, de mostrar-mos a nossa indignação, de fazer-mos chegar a quem-de-direito as nossas discordâncias, e outras formas de demonstração de desagrado/indignação, sem quem com…