Mensagens

A mostrar mensagens de 2011

Privatizações Já...

Imagem
Perante os últimos acontecimentos e noticias, mais do que nunca, julgo que é urgente acabar com aquelas empresas estatais que, ano após ano continuam a acumular milhões de prejuízos. Mas, e mais do que isso não obstante os prejuízos que apresentam, os seus funcionários aproveitando-se de pertencerem a sectores tão estratégicos para o país como o dos transportes, com as suas greves "cirúrgicas", tratam de chegar "mais achas para a fogueira" e contribuírem não só para o desequilíbrio financeiro das empresas,  como ajudam a aumentar a pressão sobre quem deles depende para se deslocar para o emprego, e consequentemente aumenta a degradação social e económica de Portugal e dos Portugueses. È LAMENTÁVEL, INJUSTO E INCONCEBÍVEL, que se sirvam das greves para tudo e para nada, estas ultimas da CP ( se calhar para compensar o facto de não existir tolerância de ponte), além do aspecto monetário irão certamente ser desastrosas para os utentes, devido á época em que estão marc…

Capicua, alheiras e robalos

Imagem
Neste dia de "capicua" 11-11-2011, não ficaria bem comigo mesmo sem um novo post no meu blog. Assuntos não faltam, mas, e não apenas para que o titulo ficasse sugestivo ou apelativo à leitura, mas sim porque os assuntos são sérios e pertinentes, decidi juntar à capicua as alheiras e os robalos.....
 Tanto as alheiras (no que toca a enchidos) como os robalos (no que se refere a peixes), são sem duvida dos meus preferidos, pelo que não me importo de comer quer um quer o outro, mas......pois os mas.....à coisas que sinceramente não "como" ou se o faço e porque sou obrigado a engolir de forma forçada. 
Não sendo eu um adepto das greves como ficou vincado no meu anterior post, não quero dizer com isso que em situações várias, a nossa indignação ou opinião não deva ser manifestada, e até porque não demonstrada de forma pública. Por isso, neste post vou deixar duas ideias para hoje. A primeira relativa ao processo "Face Oculta" (que quanto a mim de oculto não t…

Aí estão as greves...

Imagem
Começo este post com uma frase, que descobri um destes dias, escrita por Juan Luís Lorda (Espanhol, Sacerdote e professor universitário) que diz .."A nossa liberdade não é absoluta. Quando viemos ao mundo, ele já existia, com as suas leis, as outras pessoas, etc. Temos uma liberdade condicionada por tudo o que existe além de nós".Isto para explicar o que sinto em relação às greves... Se pensar-mos um pouco e se analisarmos o que se tem passado em Portugal no pós 25 de Abril, concluímos que efectivamente quem faz as greves nem sempre é quem terá mais razão para as fazer, ou até mesmo quem moralmente e com sentido de responsabilidade o deveria fazer. Concretizando a minha ideia..... numa sociedade onde impera a liberdade, concordo plenamente que todos teremos o direito de nos manifestar-mos contra o que está mal, de mostrar-mos a nossa indignação, de fazer-mos chegar a quem-de-direito as nossas discordâncias, e outras formas de demonstração de desagrado/indignação, sem quem com…

Apertar o cinto

Imagem
Após longas e ponderadas reflexões/análises à conjuntura nacional, decidi desabafar ..... Acho que não é de bom tom ficar quieto, ficar calado e nada fazer. Não concordo com greves que prejudiquem ainda mais a debilidade económica e financeira em que nos encontramos, mas existem outras formas de luta, outras formas de fazer chegar a quem de direito, a nossa discordância e indignação para com as medidas que nos pretendem impor.  Mais do que anti-sociais, tomando como exemplo os cortes aos salários entre os 485 e os 1.000 euros (independentemente de se tratar de funcionários públicos ou de privados), estas medidas são um ataque aos mais desfavorecidos e aqueles que vivem no limiar da sobrevivência. Contrariamente aqueles que se queixam que os cortes os irão afectar porque deixam de poder fazer as férias que estão habituados, que em vez de duas ou três casas só podem manter uma, ou que vão ter de reduzir ao parque automóvel, aqueles que ganham até mil euros, dependem desses valores para…

Justiça Portuguesa II

Imagem
Voltando ao tema da justiça em Portugal, não sendo grave mesmo assim resolvi partilhar uma situação que denota pouca gravidade, mas mesmo assim não deixam de causar os seus incómodos.    Quem dos leitores não foi ainda importunado para servir de testemunha em processos em tribunal sem que conheça quem o convocou, outras vezes conhece mal ou desconhece o processo para o qual foi "convocado" ? Pois se calhar muita gente... a agravante dessas convocatória é que não permite  faltas, que são punidas com  multas ou coimas.  Pessoalmente vejo-me confrontado com um desses casos, onde na terceira convocatória, e segundo a leitura da funcionária do tribunal, num total de mais de duas dezenas de pessoas, faltaram os intervenientes principais (ou lá como se chamam) , os respectivos advogados e mais de metade das testemunhas. Da dúzia dos presentes, quando confrontados com mais um adiamento e marcação de nova data a perplexidade foi total, os murmúrios começaram e foi aí que em conversa…

Terrorismo Económico

Imagem
Português que se preze não pode ficar indiferente ao que está a acontecer ao nosso país, mas, a Europa que se cuide, pois a sede destes senhores e dos seus "compinchas" não ficará por aqui, e se não houver  respostas rápidas e eficazes contra esta nova forma de terrorismo e de destruição de países, as consequências poderão ser catastróficas. Os mesmos que não descasaram enquanto não eliminaram o lider da Al-Qaeda, têm dentro de portas terroristas e abutres que não olham a meios para atingirem fins, autênticos BIN LADEN'S da economia. Tal como os abutres começam por atacar os mais fracos e indefesos para de seguida aos poucos destruírem as manadas ou rebanhos. Não é preciso estar ligado ao sector de finanças ou económico para perceber que o  que estes palhaços de MODDY´S pretendem é prejudicar a moeda euro e a Europa. Mas, como não tenho paciência nem vontade de falar mais sobre este assunto deixo aqui algumas imagens e também um excelente video da SIC com o jornalista J…

O dever de votar...

Imagem
Neste blogue semi-adormecido, dada a proximidade de um momento tão importante para Portugal e para os Portugueses, não me sentiria muito bem comigo próprio se não partilha-se com a "blogosfera" algumas ideias acerca destas legislativas 2011.
Começando por justificar a minha ausência, o motivo não se deve à falta de vontade de escrever ou à falta de temas para comentar, deve-se sim, e digo-o com satisfação ao excesso de afazeres pessoais mas sobretudo profissionais. Satisfação porque infelizmente uma grande parte dos portugueses, desempregados ou com trabalhos precários ou horários reduzidos não se podem queixar desta enorme dádiva dos tempos que correm que é ter "trabalho" ou em linguagem mais corrente " ter muito que fazer". Passando para as eleições e para o dever de votar, não posso deixar de lembrar que durante muitos anos em Portugal, e actualmente ainda em alguns países o voto não é livre e as pessoas não têm a possibilidade de escolher os seus repres…

O culto do "eu"

Imagem
Numa sociedade desprovida de valores, onde se misturam e deturpam atitudes, formas de ser e estar, onde querem obrigar a aceitar como normal e natural o que não o é, mesmo assim, continua ainda a subsistir uma "espécie em vias de extinção" , na gíria popular as chamadas "pessoas bem"Para esta espécie rara, a "palavra" ou o "aperto de mão" , selam contratos, fecham negócios, comprometem-nos em direitos e obrigações, fazem as coisas de forma desinteressada e dispensam publicidades de si próprios. O cumprimento destas regras, que infelizmente cada vez mais está em desuso, visa a defesa e consecutiva existência daquilo a que se chama "bom nome"ou "pessoa de bem".
Ora mas como referi, trata-se de uma "espécie em vias de extinção". A par desta raridade subsiste uma outra espécie, criada e forjada por esta sociedade medíocre. Esta sim, feita à medida do mundo em que vivemos, e criada de forma a agradar a "gregos e tr…

Famalicão merece mais respeito...

Imagem
Naquele que será o meu primeiro post de 2011 que tardou em surgir, vou escrever sobre aquilo que tinha prometido a mim mesmo não o fazer, mas.... é isso, a paciência tem limites e chegamos a pontos em que o espírito interventivo em defesa do que é nosso fala mais alto, e nos obriga a quebrar promessas. Estou deveras desgostoso com a campanha e com os candidatos que se apresentaram para o cargo de Presidente da Republica Portuguesa.  A importância do cargo por si só merecia, no meu entender, mais respeito. Respeito por parte de quem se apresentou para tal, dos partidos ou organizações que os apoiam e ainda da comunicação social.  Portugal, os portugueses, e sobretudo os eleitores mereciam, outro tipo de debates, de exposições de temas, de postura, em suma, se calhar mereciam era outros candidatos. Por falar em respeito...... será que a cidade de Vila Nova de Famalicão não merecia mais respeito por parte de pelo menos um dos candidatos?? No passado fim de semana recebemos a visita daqueles q…